quarta-feira, 11 de julho de 2012

Minhas Férias: última parada Ilhabela

Finalmente consegui finalizar este post, o descritivo dele é antigo, comecei por volta de Dezembro do ano passado, hoje a Aline minha esposa esta para completar 7 meses e a Sofia tem previsão para nascer em Setembro (primavera), espero que gostem!!!
Depois de tantas passarinhadas tinha chegado o momento de eu pegar minha esposa ir para um lugar descansar, foram muitos lifers, aves maravilhosas que conheci no ano de 2011, fomos para Ilhabela, litoral norte do estado de São Paulo um lugar muito bonito e muito famoso pelos seus borrachudos rs...

Chegamos na quinta-feira dia 24, fomos atras de uma pousada para ficar e conseguimos um lugar muito gostoso e com bom preço. Entrei em contato com um amigo de lá, Marcelo Dutra, outro apaixonado por aves, busca incansavelmente por novos registros para a ilha e tem feito isso com grande competência, porém não conseguimos nos encontrar.

Chegando na parte da tarde começo a ouvir alguns "cleros, cleros, cleros..." na hora me veio a cabeça uma ave que eu nunca tinha visto. [Ta vendo... não tem jeito, depois que você se torna um observador de aves é impossível parar a visão e os ouvidos são treinados 24hs para achar e identificar espécies]

Bingo! Era o Papagaio-moleiro o maior papagaio brasileiro, com 40cm o bicho começou a cantar como doido, segui sua vocalização e na esquina da rua encontrei uma embaúba com dois exemplares ali sentados tranquilos.

Voltei até a pousada, peguei a câmera e avisei a Aline, "é o papagaio-moleiro, esta ali na esquina, vamos lá?" Ela pegou a filmadora e fomos pra lá, quando cheguei na esquina os bichos saíram voando por causa de um caminhão, mas mesmo assim consegui pegar eles em voo fazendo essa foto:

Bem, depois disso voltamos para a pousada nos arrumamos e fomos para o centrinho de Ilhabela jantar. Chegando lá quando parei o carro dei um pulo olhando pra minha esposa: "ESCUTOU? É O MOCHO-DIABO!!!!" e não é que era ele mesmo rs... o bicho não parava de cantar, e veja bem, dava pra ouvir por todo o centrinho de Ilhabela, passarinheiros... imaginem minha cabeça... quem consegue comer direito? Uma das maiores corujas do Brasil cantando como louca ali perto de você e você sem poder fotografar rs... ao mesmo consegui vê-la o que me deixou muito contente!

No outro dia, como acordo cedo, resolvi fazer um breve levantamento no local, com isso registrei algumas espécies inclusive vi e ouvi um registro importante para Ilhabela o Pixoxó - Sporophila frontalis, ainda não tinha nenhum registro no WikiAves, de foto ou audio, esse foi o primeiro.


Também teve a chorozinho-de-asa-vermelha, uma linda ave que apareceu dentro da pousada e deu um show a parte:



No terceiro dia o dono da pousada sugeriu que fizéssemos uma trilha onde tem várias cachoeiras, mata bonita, ar puro e com isso... muitas aves :)
Levei minha camera e a Aline a filmadora e foi então que fechei minhas férias com chave de ouro (em termos ornitológicos).

Antes de começar a trilha conversei com um amigo wikiano Wagner Almeida, cara super gente boa, falou as trilhas e das possibilidades. Enfim... seguimos a trilha e depois de vários bichos interessantes como Pyriglena leucoptera, Turdus flavipes, Myrmeciza squamosa, Lanio melanops, Conopophaga lineata e melanops comecei a ouvir um assobio melódico ao fundo.. um... dois... com intervalos de uns 10 segundos. 







Comecei a imitar o som e percebi que o bicho estava se aproximando... Esse assobio melódico pra quem não sabe é do Macuco :) um tinamídeo de difícil avistamento.

Começamos a perceber que ele estava bem próximo, paramos na trilha, agachamos e ficamos esperando ele se aproximar... Logo bem meio da brenha vi um vulto se aproximando a tremedeira começou rs...

Vejam o vídeo para sentir um pouco mais a experiência que passei:


E vejam o resultado:


Bem tudo isso foi um pouco do que passei nos 30 dias de férias em 2011, dias memoráveis que ficarão eternizado em minhas fotos e principalmente minhas lembranças.

AH! Por ultimo, e não menos importante... na verdade O MAIS IMPORTANTE!!! 

Essas férias e essa viagem para Ilhabela, foi a ultima viajem que a Aline e eu fizemos a dois, de agora em diante seremos TRÊS!!! Ser pai é algo novo pra mim e uma emoção indescritível, que venha mais um membro na família, estamos aqui te esperando para passar todo conhecimento respeito pela natureza!

Grande abraço a todos e até a próxima passarinhada!!!

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Esclarecimento pela ausência!


Pessoal, como muitos podem ver faz muito tempo que não faço um post.

Devido a vários projetos em paralelo e mais uma filhota que esta por vir (Sofia) estou focado em finalizar projetos e arrumar as coisas em casa, quarto, móveis, vender as coisas para liberar espaço, é... não é fácil não rs... mas é MUITO BOM!

Adianto algumas coisas:

- O projeto com a Guainumbi continua, sou voluntário de corpo e alma para essa reserva que luta com unhas e dentes para proteger a natureza, é muito gratificante saber que tudo que é feito pela Guainumbi é somente para o bem da natureza, não existe capitalismo para uso pessoal e sim para uso da reserva.

- O curso de fotografia e observação de aves está quase saindo do forno, só falta fazer o PPT para apresentação em sala, esse curso vai envolver conceitos básicos para pessoas que estão começando na observação de aves. O foco é aves, mas o conceito fotográfico é geral, portanto esta aberto para todos os tipos de fotógrafos. O curso será feito em conjunto com a Reserva Guainumbi, mais pra frente apresento mais detalhes para vocês.

- Sofia's coming minha primeira filha está pra chegar, estou numa correria total em casa, médico, ultrassom, maternidade, vender as coisas que ficavam no quarto, pintar, decorar, montar móveis, chá de bebê, etc... quem tem filho sabe como é, quem não tem e pretende ter, um dia vai saber como é isso. É bem cansativo, mas é MUITO BOM!!!

Bem.. é isso, "vamo que vamo" e em breve vou postar minha ultima viagem feita a dois (minha esposa e eu).

Um grande abraço a todos!



domingo, 11 de dezembro de 2011

Minhas Férias: Terceira Parada, Intervales

Bem, voltando pra casa nem desfiz as malas, lavamos a roupa suja e colocamos de novo na mala e fomos direto para Ribeirão Grande-SP lá é onde fica o Parque Estadual de Intervales, um dos melhores lugares do Brasil para observação de aves.

Dessa vez fomos minha esposa, eu e meus amigos Gilberto Lima e Victor Chahin.
Conheci Intervales no ano de 2009 quando estava começando a me aventurar nas matas do Brasil, fiquei muito feliz em voltar agora com uma certa experiência no assunto, e FOI DEMAIS!!!

No primeiro dia sem precisar sair para trilhas, só ali perto conseguimos ver, ouvir, fotografar, filmar o seguinte:
Gaturamo-rei, Sabiá-laranjeira, Tecelão, Arapaçu-verde, Corocochó, Capitão-castanho, Picapauzinho-verde-carijó, Catraca, Saíra-sete-cores, Bem-te-vi-pirata, Tororó, Cabeçudo, Bico-virado-carijó, Maitaca-verde, Sanhaçu-frade, Zidedê, Verdinho-coroado, Tiê-preto, Andorinha-serradora, Sabiá-poca, Beija-flor-de-fronte-violeta, Tachuri-campainha, Saíra-preciosa, Bem-te-vi-rajado, Saci, Tico-tico, Coleirinho, Saí-de-pernas-pretas, Urubu-de-cabeça-vermelha, Beija-flor-de-banda-branca, Frango-d'água-comum, João-pobre, Tiê-sangue, Suiriri, Pavó, Tuque, Arapaçu-de-garganta-branca, Peitica, Pintassilgo e UFA.. ACABOU rs... Corujinha-do-mato.

Bem... isso foi o que consegui lembrar ou fotografar, teve mais sim isso é certeza, mas já deu pra ter ideia né!? :)

Aqui algumas fotos do primeiro dia:
Gaturamo-rei

Corocochó

Pegada de Cachorro-do-mato

Catraca

Bico-virado-carijó

Saíra-preciosa

Saí-de-pernas-pretas

Aqui um casal de João-pobre

A quantidade de aves que existe na região de Intervales é fantástica, para quem tem ouvido treinado fica complicado, chega a dar dor de cabeça de tanta ave que se consegue ouvir e identificar, é espetacular.

Enfim, foram mais cinco lifers, na verdade 7 no total, quando um observador de aves passa de 500 espécies, chegar em um lugar desses e conseguir 5 lifers é muito, o nivel de dificuldade e raridade vai aumentando cada vez mais, vejam as fotos das espécies que vi e consegui foto pela primeira vez:
Começamos com o pé BEM DIREITO, olhei pro lado e vi ao longe uma Jacutinga se alimentando em uma árvore bem longe. Como se quisesse se exibir levantou voo e veio em nossa direção, passou por cima da gente, foi INCRÍVEL!

Depois foi a vez de outra beleza rara, o pequenino Macuru, achava que essa ave fosse do tamanho de um malacoptila mas me enganei feio rs... Um bicho MUITO BONITO.

Estavamos o Betinho e eu na trilha juntos quando ouço um som que fez meus ouvidos delirarem, o Tropeiro-da-serra estava ali do meu lado, uma pena que não consegui uma boa foto mas valeu demais ver esse bicho.

Já voltando começamos a ouvir um canto lindo, foi quando o Betinho avisa: "é o Ramphocaenus melanurus" comecei a chamar o bichinho e ele veio, veio muito perto, ficou na nossa cara e eu estava na frente de mais uma ave que queria muito ver, o Bico-assovelado, bicho bonito pequeno, com o bico comprido, ficamos impressionado com a aproximação dele, até o Betinho tirou a camera dele para fotografar. Além da foto consegui uma ÓTIMA gravação desse bicho cantando.

A noite chegou e fomos atrás das corujas, o tempo estava muito frio pra bacuraus até que essa danada passa voando na frente do carro, finalmente consegui fotografar, já tinha visto a Coruja-listrada em Campo do Jordão, mas na ocasião eu estava sem camera, dessa vez foi diferente.


No ultimo dia, tive o prazer de encontrar mais dois lifers, logo quando acordei comecei a ouvir o Pixoxó cantando como louco, fui lá fora, consegui uma boa gravação e chamei o bicho, finalmente consegui ver e fotografar, foi um registro, mas fiquei contente mesmo assim.


Para finalizar, e com chave de ouro, mais uma espécie que queria muito ver a Galinha-do-mato, não consegui uma boa foto mas valeu demais ver essa ave que eu nunca tinha visto ou ouvido.

É isso aí pessoal, o Parque Estadual de Intervales é um lugar maravilhoso com excelentes guias (Betinho muito obrigado mais uma vez), bom e barato.

Um grande abraço a todos e até a próxima passarinahda ;)

domingo, 4 de dezembro de 2011

Minhas férias: Segunda parada, Reserva Guainumbi

É claro que eu não podia deixar de fora a Reserva Guainumbi, foi lá que comecei a observar aves, cheguei com a Aline no sábado de manhã, por volta das 8:00hs, conheci mais um "WikiAno" o Charles Eduardo, um cara super gente boa que nos acompanhou nas passarinhadas. Depois chegou meu grande amigo Paulo Guerra e sua esposa Edilene, mais tarde João Marcelo e Adriana.

Foi muito bom todos os dias que ficamos lá, fui com o intuito de descansar e não sair louco atras de lifers... estava frio, não teve bacurau, coruja só o casal de Murucututu-de-barriga-amarela, que mais gravei do que fotografei, o PG (Paulo Guerra) nunca tinha visto esse bicho, então deixei as fotos pra ele.

O tempo foi de chuva quase o tempo todo e todos os dias, frio, vento mas conseguimos passarinhar e na Guainumbi mesmo com o tempo ruim é bom... os beija-flores dão um show a parte, não é viajem perdida de qualquer jeito.

Vejam algumas fotos e mais abaixo alguns takes de videos feitos pela minha esposa Aline e eu, destaque para a gravação da Choquinha-carijó e o banho do Beija-flor-preto.

Quando chegamos o tempo ainda estava bom e conseguimos fotografar alguns gaviões, 
aqui um bando de Gavião-tesoura 

Essa Choquinha-carijó mora do lado do viveiro de mudas é bem facil de avistá-la, 
as vezes nem é preciso playback, é só chegar com cuidado.

Essa época é perfeita para fotografar essa ESTRELA, da um show a parte na Reserva.

Olha que fofuchos... não resisti em fotografar o jovenzinho todo bravo (atrás da mãe, claro!!!)

Mesmo com chuva os beija-flores são um SHOW! Cada pose de tirar o folego, esse é o Beija-flor-rubi.

De onde vem essa luz?! Olha como brilha o pescoço do Beija-flor-de-banda-branca

Esse é uma figurinha, embora monocrome dá um SHOW quando chove, 
vejam o vídeo dele tomando banho.

Na Reserva tem um lago com várias bromélias ao lado, já fotografamos muitas espécies de anfíbios ali.

Não teve quase bacurau nenhum, mas apareceu essa lebre bem no meio da estrada, linda não?!

Esse foi o único bacurau que apareceu, conseguimos belas fotos dessa linda espécie.
Esse é o bacurau mais comum, o Bacurau.

JM se divertiu a bessa fotografando esse ENORME sapo rs..

O João-botina-do-brejo deu um mole danado pra gente, consegui trazer ele pertinho de nós no outro dia.

Voltando, vimos esse Anu-preto com uma amora no bico, ficou bem legal o contraste, verde, vermelho e preto.

Na Reserva Guainumbi tem muitos tipos de mariposas, cada uma mais bonita que a outra.

Com uma lente invertida consegui fazer essa foto pegando detalhes em macro das penas do Beija-flor-de-orelha-violeta.

Achamos perto da ponte do lago (na Reserva) um ninho de Filipe.

No entorno se vê muitas paisagens bonitas, essa é uma delas :)

Sempre quis fazer uma foto assim, o casal de João-de-barro cantando, acho que eles fazem uma pose muito bonita.

Aí olho pro lado e vejo esse potrinho olhando pra gente... tive que fazer uma foto.

Essa deu um SHOW pra gente, passava pra lá e pra cá, foi a primeira vez que conseguimos um bom registro da espécie no entorno.

JM sempre carismático com os bichos, não resistiu, pegou capim e já foi dando pra égua.

Voltando, encontramos esse grupo de anu, outra foto que sempre quis fazer.

Aqui o primeiro registro do entorno da Guainumbi, o Taperuçu-preto.

Esse é o Taperuçu-de-coleira-branca, veja que a anatomia do corpo é diferente do de cima.

Fomos corujar e achamos só essa Corujinha-do-mato na estrada, mas valeu de qualquer jeito.

No outro dia, mais show de beija-flores como o Beija-flor-de-orelha-violeta.

Não tinha foto boa dessa espécie até o momento, finalmente consegui uma boa foto do Trinca-ferro-verdadeiro.

Vejam que os beija-flores não procuram só os bebedouros, esse é o Beija-flor-de-papo-branco.

Essa vai para meu amigo Paulo Guerra, não achamos essa ave quando ele estava lá, depois que foi embora, consegui essa foto, esse é o Casaca-de-couro-da-lama.

Por ultimo mais uma foto de uma espécie que minha esposa adora, o João-bobo.

Vejam abaixo alguns takes que fizemos nessa minha estadia na Reserva Guainumbi:

É isso aí pessoal, grande abraço e até a próxima passarinhada!